NADA YOGA – Um Caminho de Expansão da Consciência ~ por Prem Ramam
Publicado na edição nº 119 da Revista de Yoga O ATMA, em Junho de 2010.

Oficina de Nada Yoga com Ramam

“Todas as coisas… são agregações de átomos que dançam e produzem sons por seus movimentos. Quando o ritmo da dança se modifica, o som que ela produz também se modifica… Cada átomo canta perpetuamente sua canção e o som, a cada momento, cria formas densas e sutis.”
~ Frijof Capra

“Qualquer vibração, seja uma onda sonora ou uma partícula dançante, está em contato com outras vibrações, e todas elas podem afetar, e afetam, umas às outras… As ondas sonoras podem afetar, e afetam, a matéria. Não é surpresa que também atinjam a consciência…  
Todas as vibrações se caracterizam pelo ritmo, um padrão repetido e regular de movimento no tempo e no espaço. Esses padrões rítmicos são funções profundamente enraizadas de nossa consciência, exemplificados na sucessão das estações, nos ritmos cotidianos da noite e do dia, nas faces da lua, na menstruação, no ritmo respiratório e no constante bater de nosso coração. Nenhum ser vivo foge a esse ritmo. Tal qual a mudança, o ritmo constitui aspecto fundamental de toda vida e consciência.”
~ Anodea Judith

“No coração de cada um de nós, independente de nossas imperfeições, existe um pulso silencioso de ritmo perfeito, um complexo de formas ondulatórias e ressonâncias, absolutamente individual e exclusivo, e que , no entanto, nos conecta a tudo o mais no universo. O ato de entrar em contato com esse pulso pode transformar nossa experiência pessoal e, de alguma forma, alterar o mundo em torno.”
~ Georg Leonard

 

Convidamos o prof. Daniel Caixão para saber um pouco mais sobre Nada Yoga, uma prática que usa o som para o autoconhecimento. Ele chegou recentemente da Índia com uma bagagem rica de experiências sobre o assunto, ávido de compartilhá-las com todos os interessados.

O Atma – O que significa Nada Yoga?

Prem Ramam ))) “Nada” usualmente significa “Som”, mas seu significado etimológico é “fluxo de consciência”; Nada Yoga se refere ao sistema de práticas milenares de antigos yogues que encontraram a autorrealização através de sua total afinação e afinidades com a Música e a “Sinfonia do Universo”, especialmente através do canto, e desenvolveram um refinado sistema de autoconhecimento, atualmente quase esquecido.

O Atma – Qual a utilidade desta prática?

Prem Ramam ))) O objetivo das práticas do Nada Yoga não é tornar-se um bom cantor de mantras, apesar de haver melhoria da voz e respiração pelas práticas de pranayamas utilizadas. A finalidade básica é acessar e purificar as camadas profundas da mente utilizando o Som como meio.

O Atma – Você esteve recentemente na Índia para fazer um curso sobre o assunto. Qualquer pessoa pode fazer ou precisa ter um bom ouvido, conhecer música ou ter uma voz boa? Ajuda a preparar a mente para a meditação?

Prem Ramam ))) De fato esse foi um ponto bem destacado no curso de Nada Yoga que fiz pela Bihar School of Yoga, resgatado por Swami Satyananda Saraswati, discípulo de Swami Shivananda Saraswati, em Rikhiapeeth, e o qual foi apenas o primeiro passo para uma ‘formação’ que se dá pela prática diária em muitos anos. Aprendi que se há um Yoga que pode ser utilizado com eficiência por qualquer tipo de pessoa é o Nada Yoga!

Nós podemos dizer que a mente e o corpo são a solidificação do Som, que é a vibração considerada a base essencial para a manifestação de todo o Universo. E através da vibração do Som nós podemos experimentar a expansão da consciência e da nossa energia.

Não é preciso nenhum conhecimento musical nem domínio vocal, e é 100% prática.

O Atma – Nada Yoga ajuda a preparar a mente para a meditação?

Prem Ramam ))) As próprias práticas são uma forma de meditação em si.

O Atma – Pode ser feita sozinho ou em grupo? Numa academia, em casa, em qualquer lugar?

Prem Ramam ))) A prática diária e pessoal deve ser feita sozinha, preferencialmente em um ambiente adequado, sereno e silencioso. Mas é na prática grupal que se encontram efeitos mais palpáveis pela potencialização vibracional que o grupo é capaz de criar. Pode ser praticada em academias, em casa, em qualquer ambiente que proporcione ao praticante uma atmosfera tranquila para a interiorização e expansão da consciência.

O Atma – Quem ensina este tipo de prática tem formação musical, artística, vocação, talento, como qualificar o prof. de nada yoga?

Prem Ramam ))) Eu creio que a principal qualidade para um bom ‘professor’ de Nada Yoga é a Vocação, que é a qualidade espiritual nata e única em cada indivíduo que pode ser transmitida diretamente e além das palavras, através do coração. Todo o “resto” é apenas ferramenta que lhe confere a confiança necessária para a realização desse Propósito, que é o Presente, o Dom Divino, que ele trouxe para partilhar com o mundo.

Este foi o objetivo de minha viagem de 9 meses pela Índia (jul/09~abr/10): estudar e vivenciar a escola musical indiana, me capacitando com as ferramentas necessárias para eu me alinhar ao meu Propósito.

O Atma – Nada yoga também é um caminho para Deus?

Prem Ramam ))) Totalmente. E particulamente é para mim O Caminho.

A nossa mente é atraída pelo Som imediatamente. Ela se questiona “que som é esse?”, identificando-o e apreciando-o ou não. Através das práticas desse sistema vamos mais além da experiência intelectual, buscando uma experiência interna e direta do Som, sem analisá-lo e assim retê-lo na superfície dos nossos sentidos.

Através da prática continuada começamos a experimentar a Vida mais sutil e de uma forma mais plena. Só assim para alcançar os efeitos proporcionados pelo Nada Yoga.

Os Nomes de Deus são nada menos que uma frequência sonora… só se convertem em Nome de Deus quando acessamos a frequencia espiritual através dessa abertura incondicional. Todos temos uma memória desse Som que nos originou, mas ela está esquecida em nós. Quanto mais vamos profundo, mais nos aproximamos desse Som Original que todos buscamos, o qual chamamos de Deus — não por acaso D+Eus… É quando juntamos todos esses “Eus”, as nossas identidades, carências e aspectos internos, que nos tornamos Seres Humanos integrados e passamos a ser a expressão da Luz e da Vontade Divina.

Deixe um comentário


8 × = oito